SAPATOS HERDADOS? NÃO! - Pituka Wear - Calçado e Roupa para Crianças

SAPATOS HERDADOS? NÃO!

"Partimos do princípio que qualquer força externa aplicada de forma sistemática a uma estrutura em formação, altera-a, causando danos importantes e permanentes."

Eu sei que a nossa carteira agradece a herança de sapatos, mas…

Todas as crianças têm uma pegada própria, de acordo com seu corpo, peso, a sua fase de vida… e quem calçar um sapato usado, por pouco uso que tenha, terá que adaptar o seu pé, à pegada de outra criança.

O presidente da Associação Portuguesa de Podologia (APP), Manuel Azevedo Portela, explica que os sapatos se adaptam ao formato do pé de quem os utiliza, assim como à postura de apoio do pé no chão ou à forma de caminhar.

Imagina que uma criança tem o pé plano - patologia existente quando a curvatura do pé não é correta ou não existe. O calçado que utiliza irá sofrer deformações e desgaste em sítios específicos, causadas por essa mesma patologia.

O calçado fica com uma determinada forma por causa do desgaste que os pés do primeiro que o usou provocaram.
E isto faz com que quem usa os sapatos depois sinta desconforto ao andar e até altere a sua forma de caminhar para se adaptar ao próprio desgaste dos sapatos. Andando, por exemplo, com os pés mais de lado, se o desgaste for muito num dos sítios.

Experimenta fazer o seguinte exercício: Observa uns sapatos já utilizados pelo teu filho/a. Irás notar, de certeza, algum desgaste no calcanhar, na parte curva superior, na sola e na palmilha. Isto significa que esse calçado se deformou consoante a pegada da criança.

“Herdar” os sapatos do irmão ou do primo, por exemplo, especialmente em idades precoces, pode fazer com que a criança se impeça de andar à sua maneira.
Quando os pés ainda estão em crescimento e em formação, se houver alguma “imperfeição” no calçado, o pé deforma-se em função dele.
É importante que a criança utilize na infância, principalmente entre os 2-3 anos e os 6-7 anos, sapatos bem-adaptados.
Nessa fase, a utilização de sapatos já usados por outras crianças, prejudicam a posição dos pés e influenciam o movimento e a posição da perna, pondo em risco a formação correta dos membros inferiores.

Duas crianças podem calçar o mesmo número, mas terem o pé completamente diferente. Mais largo, mais cavado, mais estreito… Por isso, calçar sapatos em segunda mão pode trazer efeitos negativos na saúde dos pés e da coluna.

Para além destes fatores, também é considerável não aceitar sapatos herdados graças ao cuidado com a higiene. As crianças transpiram muito e o calçado pode absorver o mau cheiro e até, por vezes, leve com a que a palmilha fique escura e suja.

Com isto tudo, queremos alertar os papás e as mamãs a não aceitarem os sapatos de outras crianças.

Lembra-te sempre que a anca, a coluna vertebral, os joelhos e os pés são as áreas mais afetadas na utilização de sapatos já deformados.
_______________________________________________________________

Fizemos uma EXPERIÊNCIA! 

Juntámos dois sapatos do mesmo modelo da Victoria. Um novo e um usado por uma criança de 8 anos. Vê o resultado!




Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários necessitam de ser aprovados antes de serem publicados.